Central de Atendimento Tire todas suas dúvidas conosco!

Butão

Publicado em: 08 / maio / 2017

  • Informações Úteis

  • Área: 38.394 km²
  • Capital: Thimphu
  • População: 38.394 km²
  • Moeda: Ngultrum e a Rupia indiana
  • Nacionalidade: Butanesa
  • Localização: Ásia
  • Fuso Horário: GMT+6

Sobre Butão:

O Butão tem muitas surpresas! Um pequeno país no grande reino do Himalaya, envolvido a muito mistério e magia, onde uma cultura budista tradicional abraça cuidadosamente os desenvolvimentos globais. Este é um país onde o arroz é vermelho e os pimentões não são apenas um tempero, pois há muito a aprender com o Butão. Juntar-se aos peregrinos enquanto buscam as pegadas dos santos em uma rocha ou explicam a história do mosteiro em termos de tigres voadores e demônios indisciplinados.

Contudo, enquanto protege visivelmente suas tradições budistas, o Butão não é um museu. Você vai encontrar um país bem educado, divertido e bem informado sobre o mundo ao seu redor. É esta mistura do antigo e moderno que faz Butão ser infinitamente fascinante.

 

Principais Cidades:

 Thimphu

A capital de um dos destinos mais intrigantes do mundo, Thimphu combina uma sensação de pequena cidade natural com uma nova exuberância comercial que constantemente desafia o conservadorismo natural do país. Os monges vestidos de bata, os ministros do governo vestidos com roupas tradicionais e os turistas com câmeras compartilham os pavimentos alinhados das ruas da cidade.

Principais pontos turísticos da cidade:

 

Paro

A encantadora cidade de Paro fica nas margens do Paro (ou Pa) , a uma curta distância a noroeste do imponente Paro Dzong. A rua principal, construída apenas em 1985, está alinhada com fachadas de madeira e restaurantes coloridos, porém a cidade cresce e os edifícios de concreto continuam a se propagar. Paro continua a ser uma das melhores cidades do Butão para se explorar no país.

Principais pontos turísticos da cidade:

 

Phuntsholing

É uma cidade do sul do Butão, capital do distrito de Chukha, junto à fronteira Butão-Índia. É o único ponto de acesso ao Butão para cidadãos estrangeiros não-indianos. A cidade é sede do Banco Central do Butão.

Principais pontos turísticos da cidade:

 

Como chegar em Butão:

Não há vôos diretos do Brasil para o Butão. Para chegar a Paro, única cidade que tem aeroporto no país , é preciso fazer conexão em Bangcoc (Tailândia) ou em Nova Déli (Índia). A Drukair – companhia aérea que leva até o Butão – também mantém vôos regulares que saem de Kathmandu (Nepal), Dhaka (Bangladesh), Gaya e Calcutá (Índia).

 

A culinária local:

A comida do Butão é simples e baseada em pratos elaborados com arroz montanhês – também chamado de arroz vermelho, batatas, “ema” (pimenta), queijo, peixe de água doce, carnes, aves, produtos lácteos, cereais e vegetais. Os butaneses comem arroz e batatas até mesmo pela manhã.

Os principais pratos típicos:

 

Geografia: 

O Butão é uma nação muito montanhosa, situada na Ásia. Os picos do norte atingem mais de 7 000 metros de altitude e o ponto mais elevado é o Gangkhar Puensum, com 7 570 m, que nunca foi escalado. A parte sul do país tem menor altitude e contém vários vales férteis densamente florestados, que escoam para o rio Bramaputra, na Índia e a maioria da população vive nas terras altas centrais.

 

Religião:

Estima-se que entre dois terços e três quartos da população do Butão seguem o Budismo Vajrayana, que também é a religião de Estado. Cerca de um quarto a um terço são seguidores do hinduísmo. Outras religiões correspondem a menos de 1% da população.

 

Festas: 

O povo butanês é festeiro e costuma realizar vários festivais anuais (todos de caráter religioso). Os festivais de Paro e de Thimphu são os mais famosos e costumam atrair turistas do mundo inteiro, especialmente dos Estados Unidos, Canadá e Europa.

 

Clima / Melhores épocas:

O Butão possui um clima inconstante, porém há regiões com climas tropicais e temperados. As cidades de Thimphu e Paro, na época do inverno, a temperatura tem média de 15°C e diminui durante a noite. Nos meses de dezembro a janeiro, no oeste, pode haver a possibilidade de um céu mais aberto. Os períodos de neves torrenciais nas regiões de maior altitude no país são de dezembro a fevereiro.

O momento mais propício para visitar Butão são entre os meses de outubro a maio, devido os festivais que acontecem neste período. Se a intenção é realizar esporte como o trekking, há muita neve entre os meses de novembro a fevereiro e por esse motivo, não é ideal.

 

Curiosidades: 

– O governo de Butão tem um medidor chamado FIB (Felicidade Interna Bruta) que mede a felicidade de seus habitantes.

–  Em 2004, Butão começou a ser o único país do mundo a proibido a venda de cigarros.

– Temos uma visão dos monges apenas de cabeça raspada, estudando ou recitando mantras, mas alguns deles usam celulares para se comunicarem, calçam tênis e outro apetrechos.

– O Butão e a Tailândia são os últimos reinos budistas do mundo.

–  O bebida tradicional no país se chama “ara”, porém é leve comparada com a cachaça feita da cana-de-açúcar. São produtores de cerveja, mas eles não é são fortes no assunto.

Saiba mais

Tour Butão

Saiba mais

Nepal & Butão

Diga-nos Olá

Adorariamos ouvir você

Encontre-nos

Contate-nos

  • Av. do Cursino, 1939 – Sala 01– Jd. da Saúde – São Paulo/SP – Brasil – CEP 04132-001
  • Rua Padre Champagnat, 23 – 404 – Tijuca – Rio de Janeiro/RJ – Brasil – CEP 20511-080
  • (11) 3368 2203 / (21) 3557 3982
  • atendimento@travelsa.com.br
  • Segunda à Sexta das 09h às 18h
  • Sábado das 09h às 12h (Favor agendar horário)

COPYRIGHT © 2016 | Todos os direitos reservados Midia Marketing